quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

A rivalidade entre as marcas.

Quando grandes empresas competem contra outras por um aumento da quota de mercado, os consumidores tendem a ser beneficiados. A concorrência pode, muitas vezes, conduzir à inovação, motivando cada empresa a melhorar ou ampliar a sua gama de produtos, construir melhores relações com os seus clientes ou reinventar suas estratégias para reforçar o apelo público da marca.

Além disso, estas "batalhas" podem ser bastante divertidas. As origens de algumas das mais famosas rivalidades pode ser surpreendente, bem como muitas das menos conhecidas táticas que as empresas têm utilizado para chegar à frente, ao longo dos anos.

Ferrari x Lamborghini

Pode ser surpreendente saber que uma rivalidade entre dois dos mais renomados fabricantes de automóveis esportivos, Ferrari e Lamborghini, começou com um humilde trator. Após a sua fundação, em 1947, a Ferrari se tornou famosa por sua elegância e veículos de alta performance, expandido a partir de uma empresa italiana de corridas, e seu nome se transformou em sinônimo de prestígio. Ferrucchio Lamborghini era um engenheiro de tratores que começou a comprar Ferraris para uso pessoal, no final dos anos 1950. Ele acreditava que os carros tinham alguns problemas no design e aplicaria sua experiência em tratores para renovar suas embreagens. Quando ele trouxe suas sugestões para o fundador da empresa, Enzo Ferrari, foi prontamente ignorado.

Em uma entrevista dada anos mais tarde, Lamborghini alegou que Ferrari lhe disse: "Você pode ser capaz de conduzir um trator, mas você nunca será capaz de conduzir uma Ferrari adequadamente." Pouco depois, Lamborghini estabeleceu sua própria fábrica, produzindo carros que muitos consideram comparáveis, ou mesmo melhores, que os veículos da Ferrari, e começou uma rivalidade que iria continuar durante quase 50 anos. (Fonte: News.com.au)

Microsoft vs Apple

Enquanto alguns poderiam argumentar que a Microsoft e a Apple não são concorrentes, de acordo com suas principais linhas de produtos, é inegável que elas oferecem influências rivais sobre a direção que a tecnologia deve tomar. Steve Jobs, o fundador da Apple, criou o primeiro computador pessoal em 1977, e refinou o produto até que ele ganhou ampla aceitação. A Microsoft foi fundada por Bill Gates em 1975 e ganhou o seu sucesso pelo licenciamento do sistema operacional Windows, que era incompatível com hardwares da Apple, para os fabricantes de computador como a IBM. Em meados da década de 1980, os produtos da Microsoft dominaram a indústria de software, e Jobs foi afastado de sua posição na Apple. Jobs finalmente retornou e liderou o renascimento da Apple, criar uma linha insinuante, com produtos mais focados no design.

Desde então, a Apple tem tomado uma grande parcela do mercado da Microsoft, com vendas para os produtos de consumo, tais como o iPod para centenas de milhões de pessoas. No espaço empresarial, no entanto, a Apple ainda controla apenas 2% do mercado, e a Microsoft continua a ser a força dominante, proporcionando programas extremamente necessários, como o Microsoft Office. A tensão entre as duas é derivada do foco da Apple em produtos baseados em design inovador enquanto a Microsoft tende aos produtos destinados ao trabalho, encapsulados em uma rivalidade da agora famosa campanha de publicidade do Mac da Apple vs. PC. (Fonte: Fox Business)

Coca Cola vs Pepsi

Como a maioria dos sobreviventes da guerra dos refrigerantes de Cola podem atestar, a competição entre a Pepsi e a Coca-Cola é uma das maiores rivalidades nos negócios da história. Introduzida pela primeira vez em 1886, a Coca-Cola se tornou um sucesso instantâneo e dentro de 50 anos foi reconhecida como uma marca ícone americana, mantendo-se como a empresa de bebida dominante em todo o século 20. A Pepsi foi criada 12 anos depois da Coca-Cola e tem sido tradicionalmente o principal rival para o trono da Coca-Cola

Alguns destaques na longa luta entre as duas empresas de refrigerante incluem manobras da Pepsi de grandes cortes no preço e seu lançamento de uma garrafa de 350 kml em 1934 para combater a alternativa da Coca de metade dessa quantidade; o patrocínio da Coca-Cola dos Jogos Olímpicos; o "Desafio Pepsi" que contrapôs os dois refrigerantes em um teste direto do gosto; e o desastroso lançamento da "Nova Coca" em 1985. Com bilhões de dólares de publicidade gastos em ambos os lados da concorrência, a parcela de mercado da Pepsi superou a Coca-Cola pela primeira vez em 2006, quase 108 anos após o início da rivalidade. (Fontes: Promo Magazine) e Fox Business)

Adidas vs Puma

Às vezes a rivalidade num negócio é apenas uma extensão da rivalidade entre irmãos. Os irmãos Adolf (Adi) e Rudolf Dassler iniciaram uma empresa de sapatos juntos em uma pequena cidade alemã na década de 1920, com Adi servindo como o sapato designer e Rudolf como o vendedor. Após convincer Jesse Owens a calçar os de corrida Dassler nas Olimpíadas de 1936, a empresa dos irmãos decolou. Durante a II Guerra Mundial, no entanto, diferenças políticas e pessoais, bem como a inimizade entre as suas esposas, criaram um fosso entre os irmãos. Rudolf deixou a parceria e em 1948 fundou a Puma, enquanto Adi renomeou a companhia original para Adidas.

Durante décadas, as empresas rivais concorreram pela parcela de mercado e aprovação, com celebridades como Muhammad Ali e Zinedine Zidane assinando com Adidas, enquanto Boris Becker e Pelé usaram produtos da marca Puma. Um contrato vitalício com o time de futebol West German ajudou a Adidas a ultrapassar o seu concorrente, e hoje é o segunda maior empresa do mundo no ramo de materiais esportivos. Entretanto, um conglomerado francês comprou a Puma, e um dos netos de Rudolf Dassler foi trabalhar para a Adidas. (Fonte: Newsweek)

Na sua opnião qual dessas marcas é a melhor?

Artigo isnpirado no meu amigo Fernando Gozzi, que estava comentando sobre a rivalidade das marcas, principalmente Ferrari e Lamborghini.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário